Estatísticas afirmam que a maioria das micro e pequenas empresas brasileiras fecham antes mesmo de comemorar o seu primeiro aniversário. Como você, empresário, pode evitar que isso aconteça?

Diante da instabilidade econômica que o país se encontra atualmente, o brasileiro se vê na necessidade de buscar alternativas para alcançar sua condição desejada, recorrendo ao empreendedorismo. Infelizmente, nem todos que almejam determinada estabilidade financeira alcançam o sucesso e são obrigados a ver o seu negócio fechar. Podem ser listadas algumas razões para esse fato, dentre elas:

  • Falta de constante aprendizado

Mesmo que o empreendedor tenha experiência no ramo, é determinante para o sucesso de sua empresa que ele busque por cursos de capacitação, não só antes de abrir o seu negócio, como também que ele esteja sempre estudando as constantes mudanças do mercado para evitar o fechamento da empresa.

  • Necessidade de reestruturação de planejamento

Rever seus planejamentos e verificar se estão de acordo com o cenário econômico deve ser prática periódica para empreendedores. O cotidiano da economia brasileira é muito instável, portanto as metas e as estratégias para alcançá-las devem ser pensadas de acordo com a atual condição financeira e também a posição dos stakeholders (grupo daqueles de interesse e interessados da empresa) na economia.

  • Desorganização financeira

Não só micro e pequenas empresas, mas todos que possuem qualquer tipo de negócio devem ter um controle financeiro consolidado. As contas devem ser especificadas e os preços e gastos estimados para que a empresa não fique no vermelho, levando ao fracasso da mesma. O foco deve ser sempre manter um saldo positivo a mais para possíveis gastos inesperados.

  • Desmotivação

A inexistência de uma pessoa (ou um grupo de pessoas) responsável pelas relações humanas dentro de uma empresa pode levar ao desgaste emocional, falta de comunicação entre setores e desmotivação dos funcionários. É importante fazer com que a empresa trabalhe em harmonia visando o crescimento da mesma, além do desenvolvimento saudável de cada trabalhador. Funcionários que se sentem responsáveis pela empresa e são envolvidos fazem de tudo para a empresa não fechar suas portas.

  • Processos desnecessários ou falta de padronização

Para uma melhor organização e controle das atividades realizadas dentro de uma empresa, é necessário estudar todas as etapas dos processos, desde o projeto no papel, até a chegada para o cliente. As micro e pequenas empresas que não possuem essa ideia consolidada acabam se perdendo na teoria e possuindo até etapas que são desnecessárias, ou definidas de maneira não eficiente. Saber como administrar os processos mais importantes da empresa e remanejá-los garante o sucesso e a realização do empresário.